'SBT Rio Grande' é transmitido direto do Centro Logístico da Defesa Civil

Objetivo do jornal foi homenagear os voluntários dedicados a fazer o bem para reconstruir o Estado, além de mostrar a chegada de doações de donativos

Programa teve o intuito de mostrar a chegada de 12 carretas com 250 toneladas de donativos arrecadados na sede do central SBT, em Osasco, São Paulo - Crédito: Reprodução SBT-RS

No final da manhã desta segunda-feira, 10, o 'SBT Rio Grande', atração do SBT-RS, iniciou de uma maneira diferente. Isso porque o programa, ao vivo, foi ancorado por Marcelo Chemale e Luciane Kohlmann direto do Centro Logístico da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, criado emergencialmente para receber toneladas de doações que chegam ao Estado e que serão destinadas aos atingidos pelas enchentes. O objetivo do jornal foi homenagear os voluntários dedicados a fazer o bem para reconstruir o Estado.

Além disso, o programa teve o intuito de mostrar a chegada de 12 carretas com 250 toneladas de donativos arrecadados na sede central SBT, em Osasco, São Paulo. As doações chegaram em Porto Alegre na manhã desta segunda-feira e fazem parte da campanha 'Juntos pelo Rio Grande do Sul'. Já no estúdio, os jornalistas Brunna Colossi e Eduardo Pinzon tiveram a responsabilidade de levar atualizações sobre a situação da catástrofe que afetou o Estado, além do tradicional noticiário local. 

Ações do SBT

No último domingo, 9, durante o programa 'Domingo Legal', partiram da sede do SBT em Osasco, 10 caminhões com doações ao Rio Grande do Sul para ajudar a população gaúcha no contexto das inundações causadas pelas fortes chuvas. Iniciado em maio pelo programa dominical, o SBT abriu as portas e criou, no estacionamento da sede, uma 'Central de Doações do SBT'.

Foi montada uma grande estrutura para coleta de roupas, materiais de limpeza, alimentos, água, fraldas e todo o tipo de produto que pudesse ajudar o povo gaúcho. Para conseguir organizar toda a campanha em cerca de um mês, o SBT contou com a ajuda de centenas de voluntários. Foram arrecadadas 250 toneladas de água, produtos de limpeza, itens de higiene pessoal, vestuário, roupas de cama e alimentos não perecíveis.

Durante o trajeto, ao passar pelo Estado do Paraná, outras duas carretas se uniram ao comboio com mais doações arrecadadas pela Rede Massa, afiliada paranaense do SBT. O apresentador Celso Portiolli mostrou, ao vivo, a saída dos veículos rumo ao Rio Grande do Sul em um comboio partindo de São Paulo, que viajou por cerca de 22 horas até o centro de distribuição da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, na capital gaúcha, órgão escolhido para receber as doações.

Comments