"Um dos melhores anos da agência", diz vice-presidente da Bistrô

Fernanda Albade avaliou 2020 em entrevista exclusiva ao Coletiva.net

Fernanda Albade, vice-presidente de Operações da Bistrô

O ano de 2020 teve um início econômico complicado, principalmente pelas consequências geradas pela pandemia do coronavírus. De acordo com a vice-presidente de Operações da Bistrô, Fernanda Albade, a maior dificuldade foi sentida em março e abril. Com uma melhora na economia do Brasil, o setor voltou a ter demandas, o que colaborou para que a agência tivesse um dos melhores anos da sua história, conforme a líder. Em entrevista exclusiva ao Coletiva.net, a gestora falou das realizações nos últimos 12 meses.

Para manter os cuidados com a saúde dos colaboradores, em março, a equipe teve de adaptar o trabalho e 60 funcionários passaram a atuar em home office. Com muitos clientes novos focados no on-line e em novas tecnologias, e outros antigos se renovando para receber o 'novo normal', "avançamos em pelo menos seis anos nossa vida no ambiente digital. E não falo só pela questão do trabalho, mas nas vendas, no branding, nas mídias, na propaganda", destacou.

Desta forma, e com o reaquecimento do mercado em maio, mesmo sem ter os números concretizados em relação ao faturamento, pois o fechamento ocorrerá no próximo dia 31, Fernanda reconhece que "certamente, foi um dos melhores anos da história da agência, que completou seu 13º aniversário". Isto no momento que ficou marcado como uma catástrofe para a humanidade. "Em um futuro não tão distante, acho que os alunos vão chorar na aula de História quando chegar o capítulo do ano de 2020", lamentou.

Em 2021, a empresa já realizou mudanças, implementando um novo modelo de gestão, com um conceito de governança descentralizado e colaboradores assumindo diferentes cargos. Quanto às expectativas para o ano que se inicia, Fernanda mostrou apreensão com o fim do auxílio emergencial do governo - que tende a diminuir o consumo, com a politização da vacina e como esses fatores não ajudam os clientes a crescerem. Apesar disso, ela ressaltou que a empresa seguirá trabalhando lado a lado com os consumidores. "Seguiremos parceiros dos nossos clientes em tudo que eles precisarem. Esse ano tivemos nossos laços com eles muito estreitados, em que nos ajudamos mutuamente", finalizou.

Comments